Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Guerra, Estratégia e Armas



Sexta-feira, 08.02.19

Trump quer sair do Afeganistão

Lançamento de um poderoso míssil Javelin anti-tanques e anti-edifícios com alcance de 5 km e carga de quase 9 kg.

 

 

Os EUA têm estado a negociar com os talibãs a sua saída do Afeganistão iniciadas pelo presidente Obama. Desde 2013 que há negociações no Qatar (Emiratos Árabes) onde os Talibãs mantêm ums espécie de embaixada que recentemente negociou com Zalmay Khalizad, um americano de origem afegã, que foi embaixador e é agora o enviado especial do Trump.

Até ao momento foi negociado um acordo de quatro pontos que ainda não abrange a totalidade do problema, mas tem a seguinte constituição:

 

  1. Os talibãs comprometem-se a não permitir que o Afeganistão volte a ser base de grupos radicais como Al Kaeda ou Estado Islâmico ou outros que apareçam por aí.
  2. Os EUA retiram todas as suas tropas do Afeganistão.
  3. Todos os líderes afegãos iniciam um diálogo entre si para encontrarem um método de governarem o País.
  4. Com o início desse diálogo é declarado um cessar fogo total entre todas as forças em presença.

Em Cabul, os governantes sentem-se traídos pelo americanos, mas acreditam no seu poder militar porque têm um exército de 174.000 homens e mulheres mais uma força policial de quase 100.000 homens e todos acreditam que os talibãs no poder Irão enforcar todos esses homens e mulheres mais as muitas mulheres que, entretanto, tiraram cursos superiores e trabalham para o serviço público, principalmente nas muitas escolas femininas que foram abertas na última década.

Nas televisões, rádios e jornais há mulheres a trabalhar, o que era impensável no regime talibã.

 

Há 20 milhões de afegãos com telemóveis e quase 10 milhões têm acesso à Internet.

Os talibãs não querem falar com o governo atual e nem pensar em eleições. Só falam com dirigentes tribais, sendo que muitos são senhores da guerra talibãs.

Os americanos querem que o Paquistão deixe de fornecer armas aos talibãs e faziam por causa da chantagem em que na falta de certos equipamentos, rebentavam grandes bombas no Paquistão.

A China ali próxima não quer os mesmo talibãs do passado e não deseja que junto à sua fronteira poderosas rádios emitam propaganda islâmica nas línguas faladas pelos uigures e outros povos islâmicos do território chinês.

Pode acontecer que se os talibãs conseguirem conquistar o poder, as tropas governamentais as se retirem para o Norte como fizeram no passado e continuem a guerra, podendo os americanos continuarem a financiar os soldados afegãos que ganham 240 dólares por mês em zonas perigosas e os oficiais muito mais, enquanto os talibãs só têm os lucros da exportação de drogas.

O principal problema após a saída dos talibãs é saber qual o papel da mulher emancipada na sociedade afegã.

Os talibãs são muito fortes com a sua moderna tecno-guerrilha que depende do Paquistão pois é baseada em armas do tipo Manpad, mísseis antiaéreos e anti blindados ou pessoal lançados de tubos levados ao ombro. Curiosamente, o Paquistão é financiado pelos EUA e é uma das razões porque Trump quer sair do Afeganistão e deixar de ajudar o Paquistão que têm na Índia um poderoso inimigo. Além disso, os americanos estão a sair da Síria e no Iraque só tem uma força que guarda uma base aérea e outra que está em torno da embaixada dos EUA em Bagdad.

Trump está com pressa porque quer apresentar resultados antes das eleições e quer dizer aos americanos que fez regressar a casa todos os soldados americanos e construir o muro para acentuar o caráter isolacionista dos EUA como deseja, só permitindo entrar a mão de obra que o país necessita.

Os mais de vinte anos de guerra no Afeganistão terão causado mais de 200.000 mortos divididos em partes mais ou menos iguais por ambos os lados.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por DD às 19:20



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Fevereiro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728